Na segunda metade do século XVI, morava em Ri, Normandia (França), um fazendeiro chamado Isaac Eudes, quem casou com a Martha Corbin. Como não tiveram filhos aos dois anos do seu casamento, os casais foram de peregrinação num santuário da Nossa Senhora. Nove meses depois nasceu seu primeiro filho e posteriormente nasceram outros cinco. O mais velho foi chamado João e desde criança demostrou bastante interesse pelo amor a Deus.  Algum dia quando tinha nove anos, um colega de jogos lhe deu uma tapa na cara e em vez de lhe responder do mesmo jeito, o João acompanhou o conselho evangélico e lhe ofereceu a outra bochecha.

Ao quatorze anos, o João ingressou no seminário jesuítico de Caén. Seus pais desejavam que se casasse  e continuara

Os Eudistas respondem solidariamente pela vida e o apostolado da Congregação, vivendo e desenvolvendo juntos a missão à maneira de Jesus e seus apóstolos: Jesus é o filho de Deus, tem querido compartilhar sua condição humana para revelar ao mundo a chegada do Reino de Deus. Reuniu ao seu redor aos doze apóstolos para fazer deles colegas e seus missionários. Unidos a Cristo como membros da sua Cabeça, se reúnem em comunidade fraterna, à maneira dos apóstolos e põem sua alegria em “fazê-lo