A expressão “estados e mistérios de Jesus” segue sendo bem misteriosa! De que falamos, então, quando tocamos o mais precioso dos tesouros da pedagogia espiritual de São João Eudes? “Cada circunstância da vida do Filho de Deus é um mistério e a cada mistério corresponde um estado do Verbo Encarnado, que toma seu valor na encarnação” (Louis Cognet). Habitualmente utilizamos a expressão “mistérios” quando oramos o Rosário e seus vinte mistérios, mas, para falar a verdade, seu número não está limitado, posto que são todas as circunstâncias vividas pelo Verbo Encarnado. Notemos que a ideia de mistério não remete a algo que está escondido, mas sim, pelo contrário, ao que está desvelado. Quanto ao estado, “é a atitude interior de Jesus em cada uma das circunstâncias de sua vida terrestre ou gloriosa, «considerada como uma realidade eterna na medida em que esta vida é assumida por uma pessoa divina»” (Louis Cognet).

Descarregar Itinerário