Blog da Sagrada Família | Com três palestras virtuais, sendo uma do padre José Mario Bacci, provincial da Colômbia; outra do padre Luís Gabriel Mendoza, ex-pároco da Paróquia São João Eudes e a última do padre Gustavo Londoño, ficou encerrado hoje, o retiro anual da Família Eudista do Brasil, composta por associados dos estados do Ceará (Fortaleza) e Bahia (Salvador).

O evento foi aberto na sexta-feira, com uma pregação do padre José Mario Bacci, que falou sobre “A vida fraterna, uma visão da nossa vida comunitária à luz da espiritualidade eudista e da Palavra de Deus”, quando os participantes conheceram as constituições e as regras práticas da Congregação dos Eudistas.

O retiro teve sequência no sábado com uma palestra do padre Luís Gabriel Mendonza, direto de Paris, onde faz mestrado em Teologia Dogmática. Ele abordou o tema “A missão eudista à luz da missão dos discípulos”, mas a programação só ficou concluída depois de uma rápida avaliação dos participantes, em reuniões de grupos e a adoração ao Santíssimo Sacramento, conduzida pelo padre Juan Carlos.

Hoje, domingo, dia 02, o retiro começou com a oração das Laudes, dividida em grupos e conduzida pelos seminaristas; palestra do padre Gustavo Lodoño, vigário paroquial da Paroquial São Rámon Nonato, da República Dominicana que discorreu sobre o ‘”A Santidade- Finalidade da Vocação Eudista”, e, em seguida, a celebração eucarística, presidida pelo padre Santino Sacramento, pároco de São João Eudes. Após a celebração, Padre Johnja, fez com os participantes uma avaliação do retiro e segundo eles, foi “tudo maravilhoso” e aproveitaram para elogiar os pregadores e organizadores do evento, coordenado pelo padre Johnja López, pela iniciativa de aceitar o desafio de promover este retiro de forma virtual neste tempo de pandemia, que revigorou a vida fraterna dos associados, lhes deu um novo olhar de misericórdia para aos tempos em que estão vivendo e a certeza de que a santidade é a identidade de cada membro da família eudista.